Location: PHPKode > projects > Pindorama > pindorama/var/db/www_n00002.xml
<?xml version="1.0" encoding="iso-8859-1"?><xpml version="0.1" scheme="db"><meta><title>Instalação e configuração</title><date type="created">2004-12-15T01:04:11</date><date type="modified">2005-03-01T19:45:27</date><type>text</type><format>text/html</format><identifier type="id">db:www_n00002</identifier><identifier type="url">/install/index.html</identifier><language>pt-br</language></meta><resource id="db:www_n00002#1" type="toc"><title>Conteúdo desta página</title><position ref="index:template-positions#2.name">navbar</position></resource><resource id="db:www_n00002#2" type="content"><title>Obtendo a última versão do programa</title><position ref="index:template-positions#1.name">default</position><content>&lt;p&gt;Lançamentos, atualizações e novidades sobre o Pindorama estarão sempre disponíveis na URL:&lt;/p&gt;&lt;p&gt;&lt;a href="http://sourceforge.net/projects/pindorama/"&gt;http://sourceforge.net/projects/pindorama/&lt;/a&gt; &lt;/p&gt;&lt;p&gt;De posse do arquivo compactado (.zip ou .tar.gz) com a última distribuição do programa, é possível fazer a instalação em menos de 5 minutos.&lt;/p&gt;</content></resource><resource id="db:www_n00002#3" type="content"><title>Pré-requisitos</title><position ref="index:template-positions#1.name">default</position><content>&lt;p&gt;Apesar do Pindorama ter rodado ate mesmo em servidores IIS, é recomendado o uso do servidor Web Apache, pela sua estabilidade e recursos de mapeamento de arquivos virtuais.&lt;/p&gt;&lt;p&gt;Também é necessário ter habilitado o suporte à linguagem de programação PHP, vesão 4.x (o Pindorama ainda não é compatível com a versão 5.x e 3.x), com os seguintes módulos instalados (além da configuração default:&lt;/p&gt;&lt;ul&gt;&lt;li&gt;XML (utilizando o Expat)&lt;/li&gt;&lt;li&gt;Iconv&lt;/li&gt;&lt;li&gt;XSLT (utilizando o Sablotron)&lt;/li&gt;&lt;li&gt;Curl&lt;/li&gt;&lt;/ul&gt;&lt;p&gt;Para evitar problemas entre o PHP e outras instruções de processamento XML, é recomendado desativar a diretriz: &lt;em&gt;short_open_tag&lt;/em&gt;&lt;/p&gt;&lt;p&gt;Também, como o Pindorama trata muitos cabeçalhos HTTP nativamente, é recomendado não utilizar qualquer modelo de armazenamento e tratamento dos resultados dos scripts, como: &lt;em&gt;output buffers&lt;/em&gt; etc.&lt;/p&gt;</content></resource><resource id="db:www_n00002#4" type="content"><title>Instalação</title><position ref="index:template-positions#1.name">default</position><content>&lt;p&gt;Primeiro descompacte estes arquivos em algum lugar, como &lt;em&gt;/caminhopara/pindorama&lt;/em&gt;, e modifique as permissões dentro da pasta &lt;em&gt;/pindorama/var/&lt;/em&gt; para permitir que o usuário do servidor Web possa escrever e modificar arquivos e pastas (no Linux/Unix, utilize o comando &lt;em&gt;chmod&lt;/em&gt; com a máscara 666 para arquivos e 777 para diretórios).&lt;/p&gt;&lt;p&gt;Você deve ter o servidor Web e PHP instalado (como módulo, não como CGI-BIN), com as seguintes bibliotecas no PHP: &lt;em&gt;XSLT&lt;/em&gt; (com o sablotron), Curl e &lt;em&gt;Iconv&lt;/em&gt;.&lt;/p&gt;&lt;p&gt;O Pindorama fica melhor quando possui um virtual host dedicado para ele, masele pode ser instalado como uma subpasta de seu domínio.&lt;/p&gt;&lt;h3&gt;Instalando o Pindorama em um novo &lt;em&gt;virtual host&lt;/em&gt; (Apache)&lt;/h3&gt;&lt;p&gt;Escreva a seguinte diretriz na seção do &lt;em&gt;virtual host&lt;/em&gt; a ser destacado para o Pindorama&lt;/p&gt;&lt;pre&gt;AliasMatch /.* /caminhopara/pindorama/active/index.php&lt;/pre&gt;&lt;p&gt;(Re)Inicie o servidor e pronto. Ao acessar este domínio, o Pindorama você deverá ver a página inicial do website Pindorama, com a barra de edição de conteúdo ao topo.&lt;/p&gt;&lt;h3&gt;Instalando o Pindorama em uma subpasta de seu domínio&lt;/h3&gt;&lt;p&gt;Com a instalação do Pindorama descompactada fora da raiz de seu website, crie uma pasta dentro da raiz do website para o Pindorama (como &lt;em&gt;/htdocs/admin/&lt;/em&gt;) e copie o arquivo &lt;em&gt;/caminhopara/pindorama/copy-this.index.php&lt;/em&gt; para esta pasta.&lt;/p&gt;&lt;p&gt;Com um editor de texto, edite o conteúdo deste arquivo, atualizando os valores de &lt;em&gt;$_SERVER[&amp;quot;pindorama_base&amp;quot;]&lt;/em&gt; com o caminho completo para a pasta do Pindorama e &lt;em&gt;$_SERVER[&amp;quot;pindorama_url&amp;quot;]&lt;/em&gt; com a URL da subpasta do Pindorama em seu domínio.&lt;/p&gt;&lt;p&gt;Acesse esta URL e você deverá ter acesso à página de entrada do website do Pindorama, com a barra de edição ao alto.&lt;/p&gt;&lt;h3&gt;Senha do administrador do sistema&lt;/h3&gt;&lt;p&gt;Caso você utilize a autenticação HTTP para controlar as permissões dos usuários, uma tela de login deverá aparecer ao primeiro acesso do Pindorama. Por default, utilize:&lt;/p&gt;&lt;blockquote dir="ltr" style="margin-right: 0px"&gt;&lt;p&gt;Login: admin&lt;/p&gt;&lt;p&gt;Senha: admin1234&lt;/p&gt;&lt;/blockquote&gt;&lt;p&gt;Acesse a página de administração de usuários para atualizar a sua senha o quanto antes (em &lt;em&gt;Usuários&lt;/em&gt; &amp;gt; &lt;em&gt;Alterar login e informações dos usuários&lt;/em&gt;).&lt;/p&gt;</content></resource><resource id="db:www_n00002#5" type="content"><title>Configuração</title><position ref="index:template-positions#1.name">default</position><content>&lt;p&gt;Atualizando as informações em &lt;em&gt;/pindorama/etc/config/core.php&lt;/em&gt;, é possível ajustar todas as preferências do website ou aplicação a ser gerenciado pelo Pindorama.&lt;/p&gt;</content></resource><resource id="db:www_n00002#6" type="content"><title>Conceitos básicos</title><position ref="index:template-positions#1.name">default</position><content>&lt;p&gt;O conceito da ferramenta é simples, ela mantém no ambiente de desenvolvimento uma cópia do website que é gerada dinamicamente, através de transformações XSL. Ela utiliza uma base de dados em XML mas também acessa dados externos, e possui um sistema de templates para melhor apresentar estas informações.&lt;/p&gt;&lt;p&gt;As informações no Pindorama podem ser de duas formas: documentos e índices. Documentos são páginas isoladas de informação, que podem ter uma URL designada e estarem associados hierarquicamente (estrutura de informações). Cada arquivo do site é um documento, sejam páginas HTML, imagens, folhas de estilo CSS etc. Os documentos podem ser acessados a partir da interface do pindorama (utilizando a opção &lt;em&gt;Abrir este documento&lt;/em&gt; ou colocando um sufixo &amp;quot;.dav&amp;quot; na URL completa da página (por exemplo, a página inicial do website &lt;a href="http://localhost/"&gt;http://localhost/&lt;/a&gt; pode ser acessada no pindorama através da URL &lt;a href="http://localhost/index.html.dav"&gt;http://localhost/index.html.dav&lt;/a&gt;).&lt;/p&gt;&lt;p&gt;Índices são como tabelas de informação, porém em XML (possuem uma estrutura mais sofisticada que uma tabela cartesiana) e são utilizados para associar informações. Os índices também podem ter URLs designadas e terem sua visualização própria, mas dependem de regras especificas nos templates para tanto.&lt;/p&gt;</content></resource><resource id="db:www_n00002#7" type="content"><title>Estrutura de diretórios do Pindorama</title><position ref="index:template-positions#1.name">default</position><content>&lt;p&gt;A estrutura de diretórios do Pindorama foi estabelecida de forma a separar o código-fonte do programa, das configurações personalizadas do site e dos arquivos gerenciados pelo servidor.&lt;/p&gt;&lt;p&gt;Assim, a distribuição do Pindorama fica restrita à pasta &lt;em&gt;/pindorama/active/&lt;/em&gt;, tendo como subestrutura a seguinte:&lt;/p&gt;&lt;ul&gt;&lt;li&gt;/active&lt;/li&gt;&lt;li&gt;/active/components  (componentes e módulos)&lt;/li&gt;&lt;li&gt;/active/config  (configuração básica do programa (não deve ser alterada!)&lt;/li&gt;&lt;li&gt;/active/docs  (documentação)&lt;/li&gt;&lt;li&gt;/active/stylesheets  (arquivos XSL de transformação da interface do Pindorama e de atualização das informações)&lt;/li&gt;&lt;/ul&gt;&lt;p&gt;As configurações do site, em /etc, definem o comportamento do website, assim &lt;br /&gt;como configurações peculiares a cada distribuição:&lt;/p&gt;&lt;ul&gt;&lt;li&gt;/etc&lt;/li&gt;&lt;li&gt;/etc/config  (configurações do site &amp;#151; podem ser editadas)&lt;/li&gt;&lt;!--&lt;li&gt;/etc/image  (configurações do módulo de geração de imagens &amp;#151; estilos)&lt;/li&gt;--&gt;&lt;li&gt;/etc/includes  (arquivos que podem ser incluídos pelas transformações XSLT)&lt;/li&gt;&lt;!--&lt;li&gt;/etc/sql  (consultas em sql para extrair informações de bancos de dados relacionais)&lt;/li&gt;&lt;li&gt;/etc/swish   (configurações da feramenta de consulta  swish-e -- o Pindorama possui templates prontas para utilizá-lo)&lt;/li&gt;--&gt;&lt;li&gt;/etc/templates  (templates de apresentação do pindorama)&lt;/li&gt;&lt;/ul&gt;&lt;p&gt;e em /var, os arquivos que são escritos pelo servidor (é bom colocar estes arquivos com chmod 666 para arquivos e 777 para diretórios)&lt;/p&gt;&lt;ul&gt;&lt;li&gt;/var&lt;/li&gt;&lt;li&gt;/var/db  (banco de dados das páginas em XML)&lt;/li&gt;&lt;li&gt;/var/index  (bd dos índices em XML)&lt;/li&gt;&lt;li&gt;/var/log  (logs da ferramenta)&lt;/li&gt;&lt;!--&lt;li&gt;/var/post   (local de incorporação de dados externos)&lt;/li&gt;--&gt;&lt;li&gt;/var/public  (local default para os arquivos publicados)&lt;/li&gt;&lt;!--&lt;li&gt;/var/sql   (cache dos dados extraídos das consultas sql em XML)&lt;/li&gt;&lt;li&gt;/var/swish  (local dos índices de consulta do swish-e)&lt;/li&gt;--&gt;&lt;li&gt;/var/users  (informações sobre premissões dos usuários &amp;#151; para aumentar a segurança, estes arquivos podem ser restritos ao usuário  do Apache)&lt;/li&gt;&lt;li&gt;/var/webcache  (cache das páginas geradas pelo Pindorama)&lt;/li&gt;&lt;li&gt;/var/www   (arquivos a serem apresentados diretamente pelo Pindorama)&lt;/li&gt;&lt;/ul&gt;</content></resource></xpml>
Return current item: Pindorama